Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

NOTA DE REPÚDIO

 

A Associação Brasileira de Educação em Ciência da Informação (ABECIN), em nome de sua comunidade composta por docentes, discentes e funcionários de universidades públicas e privadas, repudia a ação inconstitucional protagonizada no dia 06/12/2017 pela Polícia Federal mineira, conduzindo ilegalmente dirigentes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) para depor.

 

A ação inconstitucional visa promover espetáculo midiático que deturpa a imagem de lideranças universitárias respeitadas em todo o País, assim como o episódio anteriormente ocorrido com o Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

 

A ABECIN exige o respeito ao direitos legais e solicita esclarecimentos aos órgãos responsáveis por tal ação, no que tange a condução coercitiva dos referidos dirigentes, antes mesmo de uma simples intimação para prestar esclarecimentos.

 

É fundamental que os valores democráticos conseguidos ao longo dos últimos anos sejam respeitados.


A Diretoria

Associação Brasileira de Educação em Ciência da Informação